Tweetar

Compartilhar



O pedido de socorro dava notícias de que uma mãezinha estava com seus filhotes no Bairro Cabral, passando fome e frio, precisando de resgate.

jul15-0025-1-mgCDe um total de 4 filhotes, um já havia morrido quando a primeira foto foi tirada. Depois da foto, o branquinho também morreu, acreditamos que tenha sido de frio. A foto e a notícia da morde do branquinho circulou pela rede por vários dias.

Infelizmente, o resgate chegaria tarde pra mais um dos pretinhos.

Quando o socorro chegou, com a mãe, havia apenas um filhote. Apesar da tristeza pelas perdas recentes, ela se mostrava uma mãe muito carinhosa e cuidava do filhote sobrevivente com muito carinho.

Não por outro motivo, eles foram chamados de Afrodite e Zeus.

A mãe se deixou capturar sem reação. Ela sabia que se continuasse ali, terminaria sua história sozinha. Para que seu filho tivesse alguma chance, ele precisaria ser levado por mãos humanas.

Assim que chegou ao lar temporário, sentindo-se segura e protegida, ela parece ter esquecido que o filhote ali era o Zeus.

Correu e latiu até não aguentar mais.

jul15-0025-2-mgC

Depois, foi chamar o pequeno para comemorar. Parecia dizer: _Conseguimos, filho.

jul15-0025-3-mgC

A suíte que lhe foi oferecida superava todas as expectativas. Tinha toquinha, para protege-los do vento, um monte de cobertores bem quentinhos, uma vasilha sempre cheia de água fresquinha e até ração, à vontade.

Aquilo parecia um sonho.

jul15-0025-4-mgC

E a casa tinha até jardim e pátio, pra correr e cheirar. _Filho. Seja educado. Precisamos demonstrar gratidão às pessoas que nos acolheram. Pode brincar mas, por favor, seja bonzinho.

jul15-0025-5-mgC

Afrodite é uma cadelinha muito bonita e jovem. Parece não ter nem um ano. Seguramente, os filhotes foram sua primeira cria. E será também a última, pois a castração faz parte do kit resgate.

jul15-0025-6-mgC

Estavam muito sujos quando chegaram, e infestados de carrapatos. Receberam o tratamento contra os parasitas e, no dia seguinte, já estavam limpinhos e cheirosinhos. Nem parecia que tinham sido resgatados na véspera.

jul15-0025-7-mgC

A morte dos outros filhos não teve grande impacto. Ela parece agradecer todos os dias pelo privilégio de ver pelo menos um deles encaminhado.

Seria muito bom se pudessem continuar juntos, mas a adoção conjunta não é uma exigência. Que sigam caminhos diferentes, mas que sejam caminhos de luz.

jul15-0025-8-mgC

As brincadeiras entre mãe e filho são constantes. Eles só param para comer. A Afrodite não perde a paciência nem por um minuto. Pelo contrário, é ela quem toma a iniciativa de chamar para a farra.

jul15-0025-9-mgC

O Zeus é um menino muito legal. Tem apenas dois meses de vida, mas traz as marcas de um sobrevivente. Deve ficar de porte médio a grande.

jul15-0025-10-mgC

Mãe e filho ficaram juntos apenas o tempo necessário para que pudessem se preparar e seguir novos caminhos.

O Zeus foi adotado e ganhou uma irmãzinha, chamada Luluzinha.

Luluzinha adotada 2 Luluzinha adotada 4 Luluzinha adotada 5 Luluzinha adotada 6 Luluzinha adotada 7

A Afrodite também tirou a sorte grande. Ela ganhou uma irmãzinha, com quem passa as tardes brincando. Vai aprender a protegê-la, como protegeu o Zeus.

Afrodite é uma cadelinha jovem e terá vida longa, pra ver a pequena Gabi crescer, trocar os dentes e se tornar uma pessoa que ama e respeita os animais.

Afrodite adotada

A história não acabou aqui. No lar temporário onde a Afrodite ficou, ela tinha companhia de outros cães. Sentiu falta de amigos de sua espécie, e acabou chorando muito.

Em situações assim,  muitos adotantes decidem pela devolução, mas a Afrodite havia tirado a sorte grande. A solução foi voltar ao abrigo e buscar uma das amigas da Afrodite.

E a escolhida foi a Malu, uma cadelinha que havia perdido a perna em um grave acidente. Malu hoje chama-se Brigite. As duas são felizes e a pequena Gabi, está aprendendo rápido demais os valores que os novos tempos tentam nos ensinar.

Afrodite e MaluBrigite

A história da Malu, hoje Brigite, está neste link: http://oloboalfa.com.br/malu-hoje-e-brigite/

jul15-0025-mgC