Tweetar

Compartilhar



Em uma manhã, este pequeno lobinho foi encontrado longe de seu habitat. Vagava por uma rua movimentada, sem nenhuma experiência com o habitat dos homens.

Tinha uma protuberância na região abdominal, indicando que havia acabado de fazer uma boa refeição. (Barriga cheia).

De seu pêlo, emanava um cheiro nada adequado a um lobo de vida livre. (Perfume).

Estava claro que ele tinha um dono, e que havia se perdido, ou fugido.

Seus donos foram procurados na região. Porta a porta, a resposta era não. Um lobinho tão jovem não poderia ter vindo de longe.

De qualquer forma, como seus donos não foram encontrados, foi ele disponibilizado para adoção.

Mas bastaram algumas horas, pra percebermos que aquele lobinho não poderia viver entre homens.

Era um legítimo LOBO ALFA. Precisaria ser reintroduzido em uma matilha de lobos, e assim dar vazão ao seu espírito selvagem.

Gostava de terra e água. Demonstrava dominância sobre outros cães.

Gostava de demarcar território, e de explorar ambientes desconhecidos.

E como filhote que ainda era, possuía incrível facilidade de estabelecer vínculos afetivos com novos membros da matilha. Embora dominante, adorava brincar com os seus.

bob 5

No vídeo abaixo, Bob e Hanna brincando sobre a lona da piscina. Era certo que ele deixaria ótimas lembranças e muita saudade.

http://www.youtube.com/watch?v=-P5TY9cHdcI

Ele não precisava de adotantes. Precisava de um território, de uma grande e equilibrada matilha, e claro, de algum convívio humano também. Afinal, nem tudo nele era Lobo.

Também se relacionava muito bem com pessoas, de quem era dependente, como todos os outros de sua espécie que nasceram domesticados.

Faltaria agora encontrar uma matilha equilibrada e um território onde pudesse o Bob ser solto, e viver feliz como devem viver os lobos.

Foi aí que recebemos uma ligação do Geverson, da Cão Parque, um hotel fazenda para cães. Ele entendeu nosso apelo e dispôs-se a ajudar na reintrodução do Bob.

Este lobinho passaria a ser um dos mascotes da Fazenda. Seria introduzido em uma matilha com 12 lobos. Seria um animal de trabalho.

Usado como mascote do hotel e treinado como instrutor, teria como função receber os hóspedes, brincar com eles e proporcionar aos visitantes momentos de vida livre.

E assim, nosso pequeno Bob foi finalmente devolvido à natureza. Claro que deixou saudade, mas tínhamos a certeza de que fizemos o melhor por ele.

Abaixo, as fotos de seu território, e de alguns dos membros de sua nova matilha.

E não poderíamos deixar de mostrar como foi a chegada do Bob em sua nova casa, e a interação com seu novo bando.

Assim que chegou, descobriu que não lhe faltaria colo humano, coisa que aliás este lobinho muito valoriza. Depois, meio tímido, foi reconhecer o espaço que teria. E mais tarde, foi apresentado a alguns membros de sua nova matilha.

Descansando à sombra, os primeiros contatos com Lua, Luna e Tody. Ele foi muito bem recebido. A turma é muito receptiva. E nem poderia ser diferente. Afinal, são treinados pra receber os hóspedes e deixá-los à vontade.

Como cães também têm as suas afinidades e preferências, ele se afeiçoou logo de cara à Luna, uma Dogo Argentino muito dócil, que também se afeiçoou ao pequeno Bob. E em um ambiente selvagem, pra um filhote, tudo serve como brinquedo, desde cavar a terra até a casca de um arbusto.

Os vídeos abaixo foram enviados pela Cão Parque, pra nos mostrar como têm sido os dias do Bob por lá. Ele já está um pouco mais crescido, mas igualmente esperto e brincalhão.

http://youtu.be/9iVSMvob7QI

http://youtu.be/Xe2D4a3o35c

http://youtu.be/jX9gmTh8qMY

E não é só isso. Ele também tem se mostrado muito útil. É dele a função de receber e dar as boas vindas aos hóspedes.

Há alguns dias, ele recebeu a Marina por lá.

A Marina tem um significado especial pra nós do Projeto O LOBO ALFA. Ela foi o primeiro resgate do Guilherme, nosso protetor mirim.

Pra conhecer a história da Marina, siga o Link:

http://oloboalfa.com.br/marina-e-sua-nova-familia-de-verdade/

Por fim, dois vídeos que mostram como foi a recepção da Marina pela matilha na Cão Parque.

http://youtu.be/K0kqQ1iGHK0

http://youtu.be/r_Yv-hvxRhc

E precisamos também de uma atualização para o próprio Bob. Mais de um ano se passou desde a sua adoção pelo Geverson. No vídeo abaixo, o Bob, já adulto, com 1,5 anos, grande, forte e com a cauda levantada, mostrando que assumiu a posição de lobo alfa naquele território.

http://youtu.be/bi3_chYH-4E

Agradecemos ao Geverson pela acolhida do Bob. Ele realmente chegou onde deveria ter chegado.

bob 7