Tweetar

Compartilhar



Chega de latidos

 

     Por que alguns cães latem tanto?

     Muitos cachorros acabam desenvolvendo esse comportamento, incentivados pelos próprios donos. Isso porque, para fazer o bicho parar de latir, muitos proprietários acabam dando ao cão o que ele quer. E, uma vez que o cachorro percebe que, latindo ele consegue o que deseja, ele poderá começar a latir pra pedir qualquer coisa.

     A situação pode até piorar se, de uma hora pra outra, o dono simplesmente ignorar os latidos. Aí é que eles tendem a aumentar ainda mais. Por isso, é importante que você saiba como evitar que esse tipo de comportamento aconteça.

     Conheça agora algumas dicas que podem te ajudar a ensinar seu cão a latir menos.

     Cães que não fazem nenhuma atividade durante o dia todo tendem a desenvolver com maior frequência vários problemas comportamentais, inclusive os latidos em excesso. Sendo assim, antes de qualquer coisa, o primeiro passo é manter a agenda de atividades do seu cão sempre cheia.

     Passeios, exercícios, brincadeiras e adestramento são ótimas opções para afastar tédio de maneira saudável.

     Realizar essas atividades, além de manter o cachorro entretido, também provoca um relaxamento físico e mental, funcionando como um antidepressivo para o animal. Os passeios diários em especial são excelentes, pois servem tanto para o cão se exercitar, como também fornecem muitos estímulos visuais, auditivos e olfativos, que são essenciais para que o cachorro desenvolva seu contato com o mundo. Este momento que o seu bicho de estimação passa junto com você, também é importantíssimo pra ele.

     Quando late, o cão está tentando dizer alguma coisa. Muitas vezes ele até tentou pedir de outra forma, mas não foi compreendido. Por isso, procure prestar muita atenção nestas mensagens e sempre que o cão usá-las pra pedir as coisas, ao invés de latir, recompense-o com carinho ou petiscos, para que o animal associe esta forma de se comunicar a algo mais vantajoso pra ele.

     Também é muito importante que o cão não consiga o que quer, quando está latindo. Uma dica bacana para controlar esse tipo de latido, é associá-lo a uma coisa desagradável para o animal. É o chamado reforço negativo. Por exemplo, se seu cachorro começar a latir, pendido algo, borrife um spray de água como um gosto amargo na boca dele, ou dê um pequeno susto balançando uma lata cheia de moedas.

     Quando o cão perceber que, se ele latir vai acontecer uma coisa nada legal, ele passará a usar outras formas de se comunicar com você e os latidos tendem a diminuir.

     Tanto a água, quanto o barulho, devem ser usados da forma mais discreta possível, sem que o cachorro perceba de onde estão vindo. Assim, ele associará o castigo apenas aos latidos.

     Importante: se você tiver mais de um cão, cuidado para não assustar os outros cachorros com a bronca. Neste caso, prefira utilizar o spray de água, que pode ser direcionado somente àquele que late demais. Spray muito pulverizado pode provocar efeito contrário, já que podem ser agradáveis para o cão. O jato deve ser suficiente para provocar desconforto no animal.

Vídeo com dicas sobre com lidar com latidos excessivos: https://www.youtube.com/watch?v=h2vnRv7QQUo