Tweetar

Compartilhar



Cada dia, mais nos convencemos de que protetores que atual em outro plano guiam os animais mais necessitados, para que cruzem o caminho de outros protetores que agem aqui na terra. Eles nunca erram o caminho. Têm destino certo, ainda que vaguem dias e noites, sem destino.

Mas, não só os cães são guiados. As histórias têm sido espalhadas pelo vento, propagando a compaixão e uma nova consciência. Os humanos estão também sendo moldados e preparados para os novos tempos. Há de vir o dia em que todos os humanos serão protetores de animais.

A história da Dócil será contada por sua protetora.

“Eu desci no ponto de ônibus de uma movimentada avenida da Savassi. Quando fui atravessar, vi uma bonequinha linda, atravessando atrás de mim. Ela foi me seguindo e eu pensando: “Ai meu Deus, será que ela tem dono?” “Será que tá perdida?”.

Enfim, ela foi me seguindo até entrar no meu local de trabalho. Olhei bem nesses olhos de mel, e disse: _ Calma bonequinha, vou cuidar de você.

E, contando com a ajuda de um amigo, chamamos um táxi e a levamos diretamente pra clínica. Ela foi muito tranquila até lá.

Fizemos todos os exames, e descobrimos que minha bonequinha tinha Leishmaniose. Em momentos de desespero, sem dinheiro e sem perspectiva de conseguir um lar pra Dócil, surge uma pessoa fantástica na nossa vida. A Sueli Prado, mesmo morando distante, se sensibilizou com a história de luta da Dócil e decidiu adotar um cãozinho especial, dando a ela tudo o que precisava.

Digo, nossa vida, pois a Dócil nunca sairá do meu coração.

De uma bonequinha tranquila, se transformou num furacão, cheio de energia. Seguimos viagem para São Paulo, onde morava a Sueli. Não posso negar que meu coração foi apertado até a nova casa dela.

O momento da despedida é muito doloroso. Mas, me confortava saber que minha bonequinha, agora, teria um lar com muito amor, carinho e respeito.

Durante a viagem, olhava nos olhinhos dela. Eu entendia tudo e parecia que ela também. Tentei me convencer de que ela seria grata pelo o que fiz, e da nossa forma, minha e dela, consegui passar para ela que o que eu mais queria nessa vida era a proteção e carinho pra ela.

Nos olhamos muitas vezes, nos despedimos, choramos, nos entendemos. A Dócil nunca poderia me mostrar o que tinha acontecido na vidinha dela, mas eu fui capaz de mostrar pra ela que eu a amava e que não precisava ter medo.

Se é missão, não sei. Cada animal que passa pela minha vida deixa um rastro. Com a Dócil, não seria diferente. Mas foi especial…foi um turbilhão de emoções e de conquistas, dia a dia. E o que a Dócil me ensinou e que nunca vou esquecer é que, independente do que a vida nos colocou, o que vale é viver. E essa vontade ela tem de sobra.

Seja feliz, minha Dócil, você e sua nova família merecem. Amo você.”

A Dócil seguiu viagem para São Paulo, levando de carona outros dois lobos igualmente especiais. No Link abaixo, um vídeo preparado pela Fernanda, contando como foi essa “Grande Jornada”.

http://www.youtube.com/watch?v=rNc-ngg9GbY

Nos Links abaixo, a história completa do Magela e da Brisa, os dois lobos, companheiros de viagem e de aventura da Dócil.

http://oloboalfa.com.br/magela/

http://oloboalfa.com.br/brisa/

Na sequência, as fotos da Dócil.

Foto 1 – Dócil indo para a clínica

Foto 2 – Dócil na clínica no dia de seu resgate

Foto 3 – Dócil e o primeiro oi ao Dr. Mário Rennó

Foto 4 – Passeando de carro

Foto 5 – Passeando mais um pouquinho

Foto 6 – Tomando conta da minha mãe

Foto 7 – Dócil se despedindo de mim aos pouquinhos

Foto 8 – Nova mamãe

Foto 9 – Seja feliz, minha bonequinha!

Um resgate de Nanda Almeida – Espaço dos animais: nanda17-02@hotmail.com

Comentários