Esta cadelinha chama-se Dolly. Ela vivia em companhia de sua mãe humana, juntamente com outros 4 cãezinhos do mesmo tamanho.

Sua mãe humana faleceu dentro de casa e os cães ficaram velando o corpo até a chegada da perícia.

Sua tutora não tinha parentes conhecidos e os cães ficaram à deriva.

Dolly era o caso mais grave. Ela tem um olho furado e já totalmente infeccionado, além de glaucoma no outro olho. Ela passará por uma cirurgia para a remoção do olho infeccionado. Os primeiros exames sugerem que ela não enxerga, ou enxerga apenas vultos.

Ela deve ter aproximadamente 7 anos de vida e será também castrada e vacinada pelos voluntários que estão cuidando dela.

Está muito triste e claramente desorientada, sem saber o que de fato ocorreu. Sabemos que cães cegos se acostumam muito fácil em ambientes novos, pois o olfato, que é o principal sentido, se aflora ainda mais diante da cegueira.

Ela ainda pode ter vida normal, mas o que queremos pra ela não é exatamente uma vida normal.

Segundo informações levantadas com vizinhos, ela dormia na cama com a tutora. Por isso, queremos pra ela tutores dispostos a dar-lhe a mesma vida que ela tinha.

Cair em um abrigo será o fim mais triste que ela poderia ter. Vai morrer de tristeza em poucos dias. A adoção é urgente, pois os protetores não têm onde abriga-la. Ela precisa sair da Clínica direto para a nova casa, para os braços de uma nova mãe.

Contatos: Nelma: (31) 9 9209.1342

Val Consolação: (31) 9 9286.1090 / Eliana Malta: (31) 9 9956.6810.

E-mail: eliana.malta@terra.com.br

Número do anúncio: jun20-0071-mgCZ

Comentários / Mais informações sobre o anúncio devem ser obtidas com os anunciantes, no telefone ou e-mail indicados acima.