Tweetar

Compartilhar



​Arthur é um boxer branco, que foi resgatado em outubro de 2014. Na época, tinha menos de 1 ano de vida. Ele vivia sobre a laje de uma casa, tomava sol o dia inteiro e não tinha sequer um canto à sombra para se abrigar.

Um dia ele pegou carrapatos e o antigo dono decidiu trata-lo com Butox. Ocorre que a associação de um remédio forte com o sol escaldante causaram feridas por todo o corpo do filhotão.

Além das feridas, Arthur estava bastante magro para um Boxer do porte dele (pesava apenas 22 quilos), com as patas e focinho inchados e bastante febril. Foi levado diretamente a clínica, onde constatamos que Arthur estava com sarna demodécica, além de estar bastante apático, fraco, e com sangramento nas patas.

No dia seguinte ao diagnóstico, o tratamento foi iniciado. Ficou uns dias no soro e tomou ivermectina, além de outros remédios para diminuir a inflamação da pele e mucosas.

Com o passar dos dias, além da melhora física do Arthur, também percebemos o quanto ele estava se tornando um cão alegre e brincalhão, e que era muito carente e inteligente.

Aprendeu alguns comandos em poucos minutos, só para ganhar petiscos e brinquedos.

Já no final do tratamento ele foi castrado e recebeu as primeiras doses das vacinas.

Após 2 meses de internação, Arthur teve alta e passou a viver em um lar temporário, onde foi muito estimado e fez grandes amizades. Naquele tempo, os dois Boxers brincavam e bagunçavam o dia inteiro.

Final de dezembro de 2014, Arthur ganhou um novo lar de presente de Natal. Um casal muito amoroso, que já tinha uma outra boxer, se apaixonou por ele e resolveram adotá-lo.

Eles diziam amar muito o Tutu, mandavam sempre fotos e notícias dele, diziam que ele se dava muito bem com a irmãzinha boxer e que Arthur era um membro da família.

Porém, o inesperado aconteceu. Agora, um ano após a adoção, eles disseram que não poderiam mais ficar com o Arthur pois o casal “estava grávido”. Uma criança nasceria em breve e o Arthur demonstrava não gostar de crianças.

Arthur sempre foi um cão dominante mas nunca havia demonstrado agressividade anteriormente. E o pior é que não podemos explicar a causa, pois não sabemos os traumas que esse menino carrega, do primeiro ano de vida em que viveu totalmente negligenciado, sobre a laje de uma casa.

O medo e a insegurança impedem que os adotantes permaneçam com ele e com isso Arthur segue em busca de mais uma chance, o que é demais para um cão que tem apenas 2 anos.

É preciso lembrar que, para um cão adulto, cada mudança de casa é um abandono e, em apenas 2 anos, ele trocará de donos pela 4ª vez.  Nenhum cão merece passar por isso, ainda mais sendo o Tutu, um boxer tão carinhoso com humanos, sempre atento e brincalhão.

Arthur está vacinado (inclusive contra Leishmaniose), castrado e vermifugado. Pesa aproximadamente 35 quilos.

É um cão forte, vigoroso, mas muito dócil com humanos. Procuramos um lar para ele onde não tenham crianças e nem cães machos, pois ele é dominante e só aceita fêmeas em seu território.

Contato para adoção: Sharlene: (31) 9 8787.0919.

E-mail: sharlenebraga@gmail.com

Número do anúncio: mai18-0045-mgCZ