Tweetar

Compartilhar



Nara foi encontrada com uns 20 cães machos em sua volta. Ela estava no cio, apavorada e encolhida debaixo de um banco de uma praça.

Com apenas 6 quilos de peso e no auge de seus 7 ou 8 meses de vida, aquele foi seu primeiro cio. O resgate não foi tão fácil, porque ela só pensava em se defender.

abr15-0028-1-mgC

A cena não passou despercebida a uma protetora, que conseguiu resgatá-la, entre os dentes dos grandões que reivindicavam sua parte.

Depois que parou de tremer, acabou se rendendo. Aceitou os afagos e a amizade daquela que lhe tinha tirado de uma difícil situação.

abr15-0028-2-mgC

Depois de resgatada, passou por uma batelada de exames e procedimentos. Hoje está castrada, vacinada, vermifugada e em ótima forma física, com todos os exames em ordem.

Já no lar temporário, ela se mostrou uma cadelinha muito dócil, carinhosa, sociável e carente. Ama um cafuné.

Ela é mestiça de Fox Paulistinha, tem entre 7 e 8 meses e porte pequeno (6 quilos).

abr15-0028-3-mgC

Em razão da pouca idade, ainda apresenta comportamento de filhote. Adora uma bolinha, um ossinho ou qualquer coisa que possa morder e jogar pro alto.

abr15-0028-mgC

A adoção não demorou muito. Em sua nova casa, além dos pais, Ricardo e Graciela, a pequena Nara, hoje chamada de Sol, encontrou um amiguinho peludo como ela, um tigrinho chamado Branco, com quem deu-se muito bem.

Nala adotada jul2015

Que ela seja muito feliz e que encha a vida de seus novos pais de alegria.