Moramos numa casa e damos ração e água para os gatinhos de rua. Um dia apareceu uma gatinha, pequenina no nosso alpendre. Colocamos o nome dela de Pititinha.

Eu queria muito pegá-la para castrar, mas ela não deixava chegar perto, não deixa até hoje, um ano depois. Fiz de tudo, dei calmante, comprei duas gaiolas, tentamos com cobertor e nada.

A primeira cria dela, ela trouxe os gatinhos para nossa porta. Ela não tinha experiência como mãe e pegamos todos, ficamos com eles porque não conseguimos adotantes.

Na segunda cria, ela teve os bebês no nosso alpendre e conseguimos doar os 4 bebês.

Essa é a terceira cria.

Só que dessa vez ela não trouxe eles para gente. Mas conseguimos pegá-los.

Como a mãe é arrisca, mas os filhotes já começam a confiar nas pessoas. Já ronronam quando são pegos no colo.

Eles já brincam e escalam as costas das pessoas. Só se assustam ainda quando se leva as mãos em direção aos rostinhos deles.

O macho é o Pititinho, em homenagem a mãe, porque é da mesma cor da mãe. Cinza e branco.

E a fêmea é a Joana, a preta e branca, delicada como uma flor.

Estão vacinados (primeira dose da quíntupla), teste de Fiv e Felv negativos, vermifugados e com remédio anti pulga.

Serão doados castrados.

Contato: Isabel: (31) 9 9127.9696.

E-mail: iisaura@gmail.com

Número do anúncio: nov19-006-mgLN

Comentários / Mais informações sobre o anúncio devem ser obtidas com os anunciantes, no telefone ou e-mail indicados acima.