Tweetar

Compartilhar



Até esse dia, ela era apenas uma cadelinha que vivia na Sociedade Mineira Protetora dos Animais. Não tinha nome, não tinha nada.

Não sabemos o que foi a vida dela antes de chegar à SMPA, mas é certo que depois do resgate, não ficou muito melhor. Em um abrigo superlotado, eles são deixados apenas pra morrer.

Frida 1

Na porta da SMPA, todos os dias chegam pessoas querendo entregar seus animais. Mas adotantes, são raros. Os poucos que chegam, estão à procura de filhotes de raça.

Os que têm sorte, morrem mais depressa. Outros, vivem anos e anos em sofrimento.

Ela estava bem, era jovem ainda, tinha sido vacinada em um mutirão anterior, e poderia até ter vida longa. Qualidade de vida é coisa que não existem em um abrigo de animais.

Frida 2

Foi resgatada, pela segunda vez, pelo grupo SOS Bichos. Foi vacinada, vermifugada, castrada, fez tratamento para babésia e, finalmente, disponibilizada para adoção.

O nome Frida ela ganhou das voluntárias do SOS Bichos.

As irmãs Luisa e Marcela foram as escolhidas para mudar o destino da pequena Frida. Já começaram trocando o nome dela, que passou a se chamar Mona.

Depois, um bom banho de loja. Desnecessário descrever mais. As fotos mostram o que tem sido a vida da Mona. É emocionante vê-la assim, depois de tê-la conhecido, esquecida em um abrigo como a SMPA.

As fotos abaixo foram feitas no dia do pós adoção. As irmãs Marcela e Luisa, e o pai Marcos Amaral, que trouxe petiscos para a sessão de fotos.

Seja feliz Mona, como não deveria ter deixado de ser.