Tweetar

Compartilhar



Ela foi encontrada no dia 12 de janeiro de 2012, no final da tarde, deitada em um ponto de ônibus no Bairro Jardim Canadá, sangrando muito pela boca. Era uma cadela mestiça de Labrador, porte grande, negra como a noite.

Não havia nenhum machucado externo. Algumas pessoas no ponto disseram que ela havia chegado por ali e deitou, havia poucos minutos.

Dentre estas pessoas, havia uma protetora de animais, que se aproximou, sentou-se a seu lado e fez com que ela recostasse a cabeça em seu colo, conversando com ela.

Ela estava fraca e mal conseguia levantar os olhos em direção à sua salvadora.

Mesmo sem recursos, sua protetora conseguiu ajuda de outras duas pessoas que passavam, buscando uma clínica 24 horas que pudesse atendê-la. Uma pena, mas a médica suspeitando de mandíbula quebrada, disse que nada poderia fazer por ela, além de ministrar-lhe analgésicos.

Da clínica, seguiu com sua protetora para a casa. Conseguiu dormir depois de beber água com a ajuda humana, usando um algodão molhado.

No dia seguinte, foi ela atendida em uma clínica veterinária de verdade, onde tirou radiografias, constatando-se a fratura e a necessidade de cirurgia. Ele teve o tratamento que merecia, mesmo não podendo pagar o que pagaria um dono cuidadoso para ajudar seu melhor amigo.

É bom informar que a clínica responsável por esse segundo atendimento foi a Clínica Veterinária Mascote, que fica na Rua Pimenta da Veiga, no Bairro Cidade Nova. Precisamos prestigiar veterinários do bem.

A Preta estava desnutrida e desidratada. Precisou ficar internada vários dias, até se recuperar. Não teria se salvado, não fosse a dedicação dos médicos e funcionários da Clínica. Foram mais de 30 dias de internação.

Sempre que sua protetora ia vê-la, ela brincava, mostrando-se muito dócil. Sabia atender comandos, como dar a pata e sentar. Estava claro que ela já teve um bom dono. Demonstrava também saber quem a tinha salvado. Os lobos são os reis da gratidão.

Preta foi adotada antes do carnaval e vive feliz e saudável com um casal que a recebeu de braços abertos.

Fica registrado o agradecimento da Preta, de sua protetora e de seus novos donos, à Clínica Veterinária Mascote, na Rua Pimenta da Veiga, nº 531, Bairro Cidade Nova, em Belo Horizonte. Fone: (31) 3484.1211.

Assim devem ser os médicos dos novos tempos.

Um resgate de Ana Paula Veloso Roiz: apvrusa@yahoo.com.br

Comentários