Tweetar

Compartilhar



Quanto mais apuradas as raças, mais cuidados precisam. O Shar Pei é um cão que precisa de cuidados constantes com a pele, por razões óbvias. Charles já teve uma família. Já foi um filhote bonitinho e exótico, comprado a preço de ouro.

Infelizmente, algumas pessoas não têm apreço por um cão. Por algum motivo, o enrugado Charles deixou de interessar aos donos, que o passaram pra frente com facilidade.

mar15-0006-2-mgC

E quem o recebeu, também não entendeu que ali havia muito mais que um cão de raça. Ele adoeceu, perdeu todo o pelo, ganhou uma severa infecção nos olhos que quase lhe deixou cego e perdeu o brilho e o encanto. Foi então abandonado.

Por sorte, atravessou o caminho de alguém que viu nele o que ele era de verdade. Foi tratado e hoje está bem.

Ele é jovem, dócil, bem sociável com cães, com pessoas, inclusive com crianças. É bem brincalhão e só quer saber de companhia, tanto de gente quanto de outros lobinhos.

Charles precisava encontrar alguém que visse nele o mesmo que sua protetora. E eis que surge na vida dele a Nayara Hawryliszyn, que assim descreveu o primeiro encontro: “Primeiro encontro. Amor sincero. Nos conhecendo. Amor à primeira vista. Sem nome ainda: Charles, Spoke ou Darwin. Amor e muito amor.”

Charles adotado

No final, nem Charles, nem Spoke ou Darwin. Ele ganhou novo nome e hoje chama-se Slot. E será feliz.

Agora ele tem donos que se importarão com ele, que estarão atentos às suas necessidades e, mais que isso, aos seus sentimentos. Ao contrário do que pensavam seus ex-donos, ele os tem.

mar15-0006-mgC