Algumas pessoas não são desse mundo, ou não cabem mais nele. O que parece ser história de bruxos malvados e anjos indefesos, é história real.

Num lugar não muito distante, existe um fazendeiro muito cruel, que utiliza animais para saciar uma personalidade sádica. Ele delicia-se com o sofrimento. Parece ser o retorno de algum carrasco nazista, ou de um certo cientista francês chamado Renè Descartes.

É um homem rude, bruto, covarde, e de quem ninguém se aproxima, sem ouvir ameaças de morte, de tiro, de enxadadas e o que mais puder representar a violência que ele traz na alma.

Suas atrocidades com animais são conhecidas na região e ele faz questão de manter a fama, à custa de muita dor e sofrimento.

O vídeo abaixo mostra o que foi o resgate de sua última vítima e o primeiro socorro, até chegar à clínica.

O que ocorre é que alguns voluntários de uma ONG local, já sabendo das atrocidades que acontecem ali, de tempos em tempos, conseguem romper as cercas pra tentar salvar animais em agonia.

E dessa vez, encontraram o Bingo (nome que recebeu de seus salvadores), amarrado a uma bananeira, esperando pela morte e, seguramente, rezando para que ela não tardasse a chegar.

As fotos abaixo mostram, em detalhes, o que lhe aconteceu. A ferida não estava profunda e o corte era muito preciso. Não parece acidente, mas ferida intencional com algum objeto de corte, que pode ser uma enxada, foice ou qualquer ferramenta de trabalho em fazenda.

O Bingo foi resgatado às pressas e recebeu os primeiros socorros lá mesmo, próximo ao local.

Após os primeiros socorros, foi internado em uma clínica da Região, em Mariana. Permaneceu vários dias sob os cuidados do Dr. Leonardo, que deu a ele o tratamento que merecia.

Ele não reagia, aceitou o resgate com resignação, talvez torcendo para que seu sofrimento terminasse.

Não sabia ele que seus novos amigos tinham outros planos. Não se desiste de uma vida, ainda que ela esteja em sofrimento. Se houver uma chance pra recolocar nos trilhos uma alma de lobo tão evoluído, assim será feito.

Foram dias de internação, muitos medicamentos, curativos dolorosos, banhos e cuidados. Visitas regulares de seus salvadores ajudaram a mostrar a ele que alguma coisa estaria mudando.

Infelizmente, seus amigos continuaram por lá e muitas atrocidades assim continuação acontecendo, até que esse carrasco seja conduzido ao lugar que é seu por Lei Divina.

O Bingo é um Poodle pequeno e não se sabe como ele chegou ali. Talvez tenha sido encontrado por seu algoz, que viu nele um perfeito laboratório para suas experiências sádicas.

Ainda não temos as fotos que gostaríamos de ter, mostrando um cãozinho alegre e feliz. Contudo, é este o caminho em que ele está, e sem volta. As dores ainda não cessaram, mas suas feridas estão quase cicatrizadas. Ele agora precisa de um lar temporário ou definitivo, pra continuar sua história.

Descobriu-se, logo após o resgate, que ele é um Poodle branco, de pelinho bem macio. É assim que ele será apresentado, nos próximos dias.

Logo após a alta médica, ele veio para Belo Horizonte, onde continuaria o tratamento em outra clínica por aqui. Ainda estava assustado. Nunca tinha viajado de carro, mas mesmo assim pareceu à vontade, pulando do banco para o porta malas.

Ficou internado por aqui mais uma semana, onde fez nova cirurgia para reconstituir o que a miíase havia comido. Na oportunidade, foi também castrado.

Da clínica, para um lar temporário, onde, além dos curativos, seus anfitriões teriam também a missão de ensiná-lo sobre afeto e amizade.

Fica difícil confiar em pessoas estranhas, mas decidimos tentar assim mesmo. Estivemos no SPA Animal para fotografar alguns animais e aproveitamos para conhecer o Bingo.

De longe, ele nos olhava desconfiado, com medo de se aproximar.

Me sentei na porta do canil e chamei por ele, que veio ao meu alcance, com medo, rabinho entre as pernas, mas veio assim mesmo.

Seu caminho agora não tem volta, Bingo. Para aquele inferno você não volta mais. E nem será levado para nenhum outro. São muitos os infernos por aqui, todos construídos por mãos humanas.

O que começou como um discreto sinal de submissão, logo deu lugar a uma amizade verdadeira.

O Bingo está aprendendo sobre carinho e afeto, e tem gostado muito das aulas. Mostra-se um aluno aplicado e disposto a aprender tudo rápido.

Logo ele vai tirar o diploma. Será daqueles cãezinhos afetuosos, capazes de receber visitas fazendo festa e abanando o rabinho.

Claro que ainda está cedo para ele movimentar a cauda, mas é só uma questão de tempo. Já vimos o suficiente pra saber que ele chegará lá.

As marcas das atrocidades ainda estão ali e são as responsáveis por manter as lembranças dele. Como esquecer se a dor é constante?

Quando os pontos forem retirados e a dor desaparecer totalmente, só restará lugar para lembranças boas. E ele terá algumas, dos amigos que fez, da ajuda que recebeu.

O carrasco que tanta dor lhe impôs será sepultado num tempo que lhe parecerá remoto e mais distante, a cada dia.

Bongo é um bom menino, muito bonzinho, o mais humilde cãozinho que já existiu. Dói saber que toda essa humildade foi construída debaixo de surra, de humilhação, de uma relação doentia.

Mas ele está também pronto para as mudanças que vieram. É verdadeiramente carinhoso e sempre disposto a receber carinho.

Aquele colar no pescoço era mesmo um incômodo e decidimos então retirá-lo por alguns instantes, apenas pra reforçar o vínculo que ali tentávamos fortalecer.

O Bingo está bem cuidado e em segurança. Contudo, ainda está triste.

E vai permanecer assim por mais alguns dias. Ainda tem alguns cuidados e curativos pra fazer, pontos a remover, vacinas pra tomar, mas em alguns poucos dias, poderá seguir um novo caminho.

Vai precisar de adotantes, mas queremos muito que esse adotante chegue antes. Que seus futuros donos possam visita-lo, que lhe levem petiscos e que lhe façam promessas, de dias felizes, de passeios na pracinha, de um cantinho na cama.

Ele precisa saber que será feliz um dia. Talvez a espera por esses dias felizes antecipe pra ele a felicidade.

Contato: Ana Maria: (31) 9 9767.5755.

E-mail: ludyoga@gmail.com

Número do anúncio: dez18-0073-mCZ

Comentários / Mais informações sobre o anúncio devem ser obtidas com os anunciantes, no telefone ou e-mail indicados acima.