Tweetar

Compartilhar



O sagui-de-tufos-pretos, mico-estrela ou simplesmente sagui é uma espécie de macaco do Novo Mundo e gênero Callithrix, da família Callitrichidae. É endêmico do Brasil.

Lilo e Lolo 1

A espécie se reproduz muito bem em área urbana, em praças e parques. São vistos com facilidade, mesmo nas grandes cidades.

Lilo e Lolo 2

A proximidade com os homens não costuma trazer boas coisas aos pequeninos primatas. A captura e as agressões gratuitas são comuns e os acidentes também fazem suas vítimas.

Estes dois irmãozinhos foram resgatados depois de um grave acidente com a rede elétrica.

Lilo e Lolo 3

Receberam uma forte descarga elétrica e foram lançados ao chão, batendo com a cabeça e sofrendo graves traumas neurológicos.

Lilo e Lolo 4

Eles foram socorridos e levados para o Centre de Conservação da Fauna. Receberam todos os cuidados, mas os danos foram grandes.

Ambos ficaram cegos, tendo também comprometido o equilíbrio e o controle motor.

Lilo e Lolo 5

A equipe médica tem se desdobrado e, por sorte, eles começam a se recuperar.

Os dano neurológicos mostraram-se reversíveis e, com o tempo, eles voltarão a ver o mundo. Ainda estão muito dependentes dos veterinários e biólogos, mas já apresentam melhoras significativas.

Lilo já dá sinais de que começa a enxergar vultos e o Lolo já voltou a enxergar.

Lilo e Lolo 6

Ainda estão com o equilíbrio comprometido, o que os leva a se agarrarem nas mãos que os sustentam.

Lilo e Lolo 7

A falta de equilíbrio é um grave problema para animais que vivem se equilibrando nas árvores, mas, assim como a visão já começa a voltar, é certo que recuperarão também a desenvoltura.

Lilo e Lolo 8

O olhinho caído do Lolo dá a noção do tamanho do trauma. Todos os dias, pelas ruas das cidades, são inúmeros os animais que perdem a vida nos fios de alta tensão.

Normalmente, os acidentes são fatais e não permitem sequer a tentativa de resgate.

Lilo e Lolo 9

Os nossos pequeninos tiveram muita sorte, não só pelo resgate, mas por terem sido levados ao hospital certo. Eles tiveram e continuam tendo os melhores cuidados.

Vão se recuperar e, em breve, serão libertados. Terão uma segunda chance mas, dessa vez, em uma área mais afastada das cidades.

Lilo e Lolo 10

A propósito, os amigos do Centro de Conservação da Fauna precisam de ajuda pra continuar este trabalho.

Para pagar as despesas com os animais silvestres que eles ajudam, eles estão vendendo um adesivo, com uma foto da Alice, que é a mascotinha oficial do Centro.

Quem quiser fazer o pedido do adesivo por telefone (Custa apenas R$ 10,00), poderá combinar tudo pelo WhatsApp (31 – 9 8725.1534) e receberá o adesivo pelo correio, com o acréscimo da taxa de postagem.

O Hospital Veterinário Animal Center, que é o principal parceiro e mantenedor do Centro de Conservação da Fauna, fica na Avenida Portugal, nº 3871, Bairro Itapuã, em Belo Horizonte, Fone: (31) 3492.9321.

Lilo e Lolo 11

Abaixo, outros animais acolhidos e em tratamento no Centro de Conservação da Fauna.

http://www.centrodeconservacaodafauna.com/

Lilo e Lolo 12

Lilo e Lolo 13

Lilo e Lolo 14

Conheça o trabalho do Centro de Conservação da Fauna e apoie essa ideia. Nas fotos abaixo, o atendimento e a completa recuperação da Jaqueline.

Ao final, já recuperada, em companhia de sua amiga Gisele. Ambas já se recuperaram a foram devolvidas à natureza.

Lilo e Lolo 15

Lilo e Lolo 16

“Primeiro foi necessário civilizar o homem em relação ao próprio homem.

Agora é necessário civilizar o homem em relação à natureza e aos animais. ”

Victor Hugo

Lilo e Lolo