Tweetar

Compartilhar



Como e porque socializar um filhote

 

     Mais que como, é importante saber por quê. Todo cão tem uma fase da vida em que é fácil estabelecer relações afetivas. Esta característica era comum nos lobos, e os cães a conservavam.

     Nas matilhas, os filhotes já nasciam com grande facilidade de estabelecer relações afetivas (foi esta característica que permitiu a sua domesticação). Somente mais tarde ocorre a diminuição desta capacidade, e os indivíduos adultos tornam-se hostis com outros lobos.

     Nos cães, se a socialização não ocorrer nos primeiros três meses de vida, ele certamente se tornará um adulto arredio e medroso. Um filhote precisa conviver com pessoas estranhas e com outros cães, ainda que seja com os próprios irmãos. Quanto mais pessoas e mais cães melhor. O estímulo positivo com petiscos ou carinho é sempre uma ferramenta eficiente.